Firewall de última geração? Veja por que a sua empresa precisa investir nesta solução!

Nos dias de hoje, a complexidade cada vez maior dos ataques cibernéticos e a perspicácia dos hackers modernos exigem tecnologias de segurança reforçadas. No entanto, existem brechas significativas na cobertura de segurança às quais sua empresa pode estar vulnerável, mesmo que tenha um firewall tradicional em operação.

E-mails maliciosos e esquemas de phishing, por exemplo, deixam sua rede suscetível à infiltração, uma vez que esses ataques estão ocultos no próprio conteúdo e, geralmente, são entregues sem serem detectados por um firewall tradicional.

É exatamente para eliminar definitivamente essas lacunas que o Next Generation Firewall (NGFW) foi desenvolvido. Assim, para mostrar a importância do investimento neste tipo de tecnologia, neste post, explicaremos quais as principais ameaças que são barradas pelo NGFW e como essas novas demandas de segurança têm exigido das empresas soluções robustas para garantir a proteção dos dados!

O cenário de ameaças: conheça alguns ataques de última geração

Os últimos anos foram de transformação digital. Os ambientes de rede tradicionais foram alterados pela rápida adoção de novas tecnologias, como infraestrutura em nuvem, aplicativos e serviços, mídia social, virtualização de datacenters, integração de tecnologias de IoT, mobilidade, BYOD e aplicativos relacionados.

No lado oposto, o número de ataques cibernéticos de alto perfil, violações e sequestros de dados são uma prova dos riscos associados a essas alterações.

Assim, desde aproximadamente o ano de 2017, podemos reconhecer que os invasores cibernéticos estão usando a tecnologia mais recente para explorar as vulnerabilidades em sistemas e dispositivos, para iniciar suas cargas úteis e conduzir mega ataques em larga escala, em movimentos rápidos e com vários vetores. Como resultado, ataques de grande escala afetam todos os tipos de organizações e, consequentemente, a reputação dos negócios.

Ponto crítico da evolução da cibersegurança

Hoje, estamos em um ponto crítico da evolução da cibersegurança. Em outras palavras, enfrentamos ameaças que são mais sofisticadas e difíceis de evitar. Ao mesmo tempo, em sentido contrário, embora o nível de risco cresça constantemente, a maioria das organizações ainda usa soluções de segurança da geração passada.

Diante desse cenário, listamos três tipos principais de ataques e suas respectivas finalidades:

  • Computer Network Attack (CNA): é um ataque cibernético para fins de destruição de dados — o maior exemplo são os ataques de ransomware, como o Wannacry, que, em 2017, atingiu mais de 200 mil computadores em todo mundo;
  • Computer Network Exploitation (CNE): é um tipo de ameaça para fins de exploração ou roubo de informações no computador ou rede — exemplos da CNE incluem o Flame, uma enorme ferramenta de espionagem norte-americana usada para coletar informações do Irã e de outros alvos e o Regin, que foi usado para invadir a Comissão Europeia e a Telecom Belgacom, estatal da Bélgica;
  • Computer Network Influence (CNI): ataque para fins de influência psicológica, prejudicando o moral ou influenciando a conscientização pública — temos como exemplo da prática o uso diferente de habilidades cibernéticas como parte da atividade militar e de segurança.

Diante dessa realidade, as empresas não podem deixar o nível de defesa cibernética para trás. Ou seja, existe uma necessidade crescente de proteção cibernética da próxima geração.

Consequentemente, o setor de segurança deve enfrentar o desafio e desenvolver soluções que combinem tecnologia, inteligência e experiência operacionais, que são capazes de impedir ataques reais de próxima geração, em tempo real, e potencialmente mitigá-los antes que eles ocorram.

Next Generation Firewall: conheça a evolução da proteção de dados!

Reduzir custos e pessoal de segurança de TI: é isso que muitas organizações procuram diariamente, certo? No entanto, as ameaças à segurança e os requisitos de conformidade continuam a crescer e a se tornarem ainda mais complexos, como mencionamos acima.

Em resposta, muitas empresas implementaram soluções de segurança únicas de maneira reativa. Por exemplo, elas podem começar com um firewall tradicional para proteger sua rede, implementado um gateway de filtragem de conteúdo da Web e, na sequência, adicionando uma solução de sistema de prevenção de intrusões (IPS/IDS).

Contudo, cada uma dessas soluções pode ter um alto custo e requer um único especialista para administrá-las e gerenciá-las. Assim, aumentando o custo total de propriedade total (TCO). Além disso, essas soluções pontuais podem deixar brechas. Consequentemente, expondo os negócios a possíveis violações de segurança e de conformidade.

Assim, o advento de hardware e núcleos mais rápidos permitiram a consolidação de soluções de segurança independentes em um único dispositivo, que é conhecida como Next Generation Firewall ou NGFW.

O Next Generation Firewall fornece melhorias significativas na proteção em relação aos firewalls tradicionais, principalmente, ao lidar com o cenário de ameaças mais sofisticadas e em rápida mudança, como está ocorrendo nos dias de hoje. Ele permite que organizações de todos os tamanhos façam mais com menos e, portanto, economizem dinheiro.

Como o Next Generation Firewall oferece proteção aprimorada?

Um Next Generation Firewall não é simplesmente a versão ou modelo mais recente de firewalls no mercado. É uma evolução completa, que executa todas as funções tradicionais de firewalls, filtrando o tráfego com base na porta, protocolo, filtros de administração predefinidos, entre outras funcionalidades. Mas, isso é apenas o começo.

Os recursos exatos de um NGFW podem variar, mas todos devem atender a determinados critérios. O Gartner, uma das autoridades mais importantes em TI, define a tecnologia como firewalls que vão além da inspeção e bloqueio de portas/protocolos para adicionar inspeção no nível do aplicativo, prevenção de intrusões e trazer inteligência de fora do firewall.

De várias maneiras, o NGFW combina os recursos dos firewalls tradicionais com os recursos encontrados em ferramentas de segurança adicionais, combinando-os em um pacote eficiente e otimizado. Isso reduz a complexidade enquanto aprimora o controle e melhora o desempenho. Para empresas em que a segurança dos dados e a integridade do sistema são as principais prioridades, é essencial contar com um firewall de última geração.

Notou como os Next Generation Firewalls são uma parte essencial da infraestrutura de TI para que as empresas modernas possam exercer o controle necessário sobre o tráfego de rede com base em atributos valiosos, em vez de valores estáticos arbitrários? O NGFW é dinâmico e em tempo real. Ou seja, exatamente o que as empresas precisam para acompanhar seus ambientes de TI corporativos dinâmicos.

Conheça agora mesmo o Next Generation Firewall da N&DC e descubra como ele é a solução certa para proteger os dados da sua empresa!

N&DC Systems IntegrationFirewall de última geração? Veja por que a sua empresa precisa investir nesta solução!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *