O QUE PROCURAR EM UM FIREWALL DE PRÓXIMA GERAÇÃO?

Conheça quais são os requisitos necessários para que um NGFW seja eficiente para garantir a proteção dos dados corporativos.

As constantes inovações tecnológicas adotadas pelas empresas têm permitido uma verdadeira revolução de seus modelos de negócios. Elas passaram a utilizar em seu dia a dia ferramentas modernas e dispositivos móveis para executar inúmeras tarefas e funções. Isso tem permitido uma maior mobilidade e agilidade nos processos corporativos, aumentando a produtividade interna de toda equipe. No entanto, assim como a tecnologia pode trazer grandes facilidades para as empresa, ela pode contribuir para o aumento das vulnerabilidades na rede empresarial.

Sendo assim, passou a ser necessário contar com soluções de segurança modernas e robustas para que a empresa seja capaz de garantir a proteção de seus dados. É neste contexto que o Firewall de próxima geração passou a ser fundamental para uma estratégia de segurança de dados ser bem-sucedida. Seus clientes já utilizam essa ferramenta? Sabem quais os requisitos necessários para que ela seja eficiente? Confira o conteúdo a seguir e descubra!

O que é Firewall de próxima geração?

O Next Generation Firewall (NGFW), ou Firewall de próxima geração em português, é um dispositivo de segurança de rede que fornece recursos além de um firewall tradicional, permitindo que empresas bloqueiem ameaças modernas, como malware avançado e ataques na camada de aplicativos. O firewall passou a ser uma peça-chave para a estratégia de segurança organizacional. Entretanto o modelo tradicional dessa ferramenta de proteção passou a ser limitado, não sendo capaz de suportar todas as ameaças atuais.

Os novos desafios de segurança têm exigido que as soluções de firewall fossem aprimoradas com recursos que atendessem às novas necessidades de proteção dos ambientes. Por isso o NGFW surgiu para suprir as demandas atuais de cibersegurança do mercado. Ele representa uma opção avançada e altamente especializada para lidar com ambientes mais complexos. Por isso, destaca-se pelo profundo controle de aplicações, sendo capaz de acessar todas as camadas do tráfego.

Ele é capaz de permitir ou bloquear o tráfego com base no estado, porta e protocolo, além de filtrar o tráfego com base nas regras definidas pelo administrador de rede.

O Next Generation Firewall apresenta funções avançadas, incluindo:

*Sistemas integrados de prevenção de intrusões (IPS);

* Conscientização de identidade – controle de usuário e grupo;

Recursos de firewall padrão, como inspeção com estado;

*Prevenção de intrusão integrada Reconhecimento e controle de aplicativos para bloquear ameaças;

*Fontes de inteligência sobre ameaças;

*Técnicas para lidar com as ameaças à segurança em evolução

O que procurar em um firewall de próxima geração?

Para ser eficiente e garantir a segurança dos dados corporativos contra ciberameaças modernas, o Firewall de Próxima Geração precisa contar com algumas funcionalidades essenciais. Confira quais são elas antes de investir nessa solução:

1. Prevenção de violações e segurança avançada

A função principal desse tipo de Firewall é evitar violações e manter a organização segura. Porém para ser completamente efetivo, o Firewall de Próxima Geração deve ter recursos avançados para ser capaz de detectar rapidamente malwares avançados. Para isso, é necessário buscar por um firewall com os seguintes recursos:

*Prevenção para bloquear os ataques antes que eles invadam o sistema;

*Um IPS de última geração incorporado para detectar ameaças e detê-las rapidamente;

*Filtragem de URL para aplicar políticas de segurança;

*Sandbox integrado e proteção avançada contra malware que analisa continuamente o comportamento dos arquivos para detectar e eliminar ameaças rapidamente;

*Inteligência de ameaças de classe mundial que fornece ao firewall as informações mais recentes para impedir ameaças emergentes.

2. Visibilidade abrangente da rede

A visibilidade de todo o ambiente é indispensável para que o Firewall de próxima geração consiga bloquear todas as possíveis ameaças. Para isso, ele deve conseguir monitorar o que está acontecendo na rede o tempo todo. Portanto, ele deve fornecer uma visão holística da rede, possibilitando que a TI tenha visibilidade sobre tudo que está acontecendo, como:

*As possíveis ameaças das atividades entre usuários, hosts, redes e dispositivos;

*Onde e quando uma ameaça se originou e o que ela está afetando; Aplicativos e sites que estão ativos;

*As comunicações entre máquinas virtuais, transferências de arquivos, entre outras atividades.

3. Gerenciamento e implementação flexíveis

Um NGFW deve ser capaz de atender desde pequenos negócios até grandes corporações.

Para isso, ele precisa oferecer um gerenciamento que se adapte a cada caso de uso. Assim a organização pode contar com a flexibilidade para escolher se irá implementá-lo no local ou na Nuvem, podendo personalizar os recursos de acordo com as suas necessidades.

4. Agilidade na detecção

Atualmente, o tempo padrão para detectar uma ameaça que invade o sistema silenciosamente é entre 100 a 200 dias. Esse tempo precisa ser reduzido para minimizar os prejuízos causados às empresas. Portanto, um firewall de última geração deve ser capaz de:

*Detectar ameaças em questão de segundos;

*Identificar a presença de uma violação bem-sucedida em horas ou minutos;

*Priorizar alertas para que ações de eliminação de ameaças possam ser colocadas em prática;

*Facilitar a implementação de políticas consistentes e fáceis de manter.

5. Automação e integrações de produtos

Para que o Next Generation Firewall seja efetivo, ele precisa ter a capacidade de se integrar ao sistema corporativo. Ele deve se comunicar e trabalhar em conjunto com o restante da arquitetura de segurança, além de permitir a automação de tarefas de segurança como avaliação de impacto, gerenciamento e ajuste de políticas e identificação de usuários.

Agora que você já sabe o que procurar em um firewall de próxima geração é necessário buscar no mercado a melhor opção que se encaixa nas necessidades da empresa. Apenas assim será possível implementar uma ferramenta robusta e inteligente, capaz de realmente proteger os dados corporativos contra as ameaças atuais.

Fonte: Blog Comstor

N&DC Systems IntegrationO QUE PROCURAR EM UM FIREWALL DE PRÓXIMA GERAÇÃO?

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *